ARQUIVO

BUSCA

O milagre dos Castores

Publicado quarta-feira, 8 de agosto de 2018

1 comentários


Na tarde de 06 de Agosto, lembrei-me do “milagre do Bom Jesus dos Castores”, como contava meus avós e tios avós, que aconteceu em 1909. Eles fundaram o “Jardim”, um povoado próximo a Palestina, SP e eram devotos do “Bom Jesus dos Castores”. Lembrei-me, pois ao chegar para fotografar a procissão das cinco da tarde, deu uma chuva muito boa. Aquela de “salvar lavouras”.
Era o ano de 1909, quando os agricultores que lá moravam, acharam a cabeça de Jesus onde é o cruzeiro e o corpo, onde é a capela. Isto, durante a limpeza da área cultivada de alimentos, prestes a perder por falta de chuva. Após colarem a imagem, iniciaram um terço no mês de Julho, para que chovesse até o dia seis de Agosto, dia cultuado ao Bom Jesus. Dito e feito no dia seis de Agosto de 1909, rolou muita água e a lavoura foi salva.
Abençoada chuva, abençoado Bom Jesus, que hoje me fez lembrar um belo conto de meus velhos queridos.

E VIVA O BOM JESUS !!!

Foto de Toninho Cury
fotojornalista

Comentários - 1
Ana Andrade - 11/08/2018
Sem dúvida a Festa do Senhor Bom Jesus dos Castores nos remete a viver a fé plena, sem qualquer mascaramento social. Caminhar pela rodovia por horas ou ficar a madrugada toda acompanhando as missas, ao longo de nove anos, me fez perceber os ritos de passagem tradicionalmente marcados por seres humanos que ainda acreditam no milagre. E não se importam se faz muito frio, calor ou até chove. Primeiro ano que vejo cenas chuvosas, registradas com muito talento por vc. Sou super fã das suas imagens de